Buscar
  • Dora Dolabela

Felicidade, Vida abundante e Sucesso

Você já parou para pensar no quanto o Universo é abundante e que por esse motivo, você também pode o ser?

Se você duvida da abundância da vida, simplesmente repare na natureza. Num dia de chuva, você consegue contar quantas gotas caem do céu? E falando em céu, você sabe quantas estrelas existem nele? Ou então, você consegue contar quantas partículas de oxigênio está no ar que você respira? Provavelmente, suas respostas foram não. Pois é, a vida é tão abundante que é imensurável. E nós, como fazemos parte da natrueza, também somos abundantes. Só que pode ser que você não confie nisso, e o prisma que você enxerga a vida é de escassez.

Pessoas perguntam assim: qual é a fórmula da abundância e do sucesso?

Cientistas já afirmam, através de inúmeras pesquisas, de que o sucesso não é precursor da felicidade. E sim o contrário: PESSOAS FELIZES é que têm SUCESSO. E considerando que sucesso é ter uma vida abundante, os pesquisadores sugerem a seguinte equação:

F= G + C + AV

(Felicidade = Genes + Condições Externas + Atividades Volitivas)*

Primeiro, vamos analisar o que é abundância. À primeira vista, e o pensamento mais recorrente, é que abundância está relacionado ao “ter”, o tanto de dinheiro que você tem na carteira ou a quantidade de bens materiais que você coleciona. Sim, pode ser isso também , mas NÃO É SÓ ISSO.

Abundância vai muito mais longe desse conceito material. Olhe para a sua saúde, olhe para os seus relacionamentos pessoais, familiares e profissionais, olhe para o seu humor, olhe para a sua fé. Existe abundância em cada um desses aspectos?

Segundo Paulo Vieira (PhD. em coaching integral sistêmico), sucesso é o esforço buscado para conseguir chegar na meta planejada.

E qual é a principal meta do ser humano? SER FELIZ!

E quando é que você se considera feliz? Quando você estabelece metas a alcançar, segue um propósito e encontra significado na vida. Quando você se vê diariamente nessa construção da jornada.

Vamos agora, analisar os indicadores da fórmula:

Genes - estudos revelam que o nível de felicidade vem gravado no DNA do indivíduo, no entanto essa influência dos genes corresponde apenas a 50% da atitude de vida de cada um.

Condições externas - sim, estamos a todo momento sofrendo influências do meio que vivemos, porém elas só afetarão o nosso nível de felicidade conforme às atitudes mentais que resolvemos ter diante dos acontecimentos.

Atividades Volitivas - aí está a grande chave: aqui que residem as melhores perspectivas para aumentar e sustentar a felicidade. Para isso são necessários esforço concentrado, compromisso consistente e autorresponsabilidade. São as atividades intencionais que podem gerar mudanças sustentáveis no bem-estar e felicidade. Ou seja, são as suas escolhas, tomadas de decisão e ações que levarão você a experimentar a felicidade diariamente.

“A felicidade é influenciada pelos genes, mas não é geneticamente determinada. A estrutura cerebral pode ser modificada por meio da prática. Se você realmente quiser ser mais feliz do que os seus avós legaram aos seus genes, precisa aprender a fazer coisas, dia após dia, que vão elevar seu ponto basal, e evitar aquilo que o joga para baixo.” (David Lykken)


* Lykken, D. Happiness: The nature and nurture of joy and contentment. Nova York: St. Martin’s Griffin 2000.


0 visualização

ENTRE EM CONTATO

(31) 973545000

Rua Coronel Duraes 170 sl 09 Hscenter - Lagoa Santa - MG 

Siga-me
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon