Buscar
  • Dora Dolabela

Filtrando as emoções

Os maiores responsáveis por nos sentirmos bem ou não são as nossas emoções. São elas o termômetro da nosso bem-estar, da nossa felicidade. Você consegue reconhecer e nomear as suas emoções?

Eu acredito, que como na maioria de nós, a sua resposta seja NÃO. E não precisa se culpar por isso, pois somos criados numa cultura onde não se estimula o autoconhecimento e na maioria das vezes, as emoções são até mesmo incentivadas a se esconder.

Você certamente já ouviu alguém dizendo homem não chora, engole esse choro, não fique triste, que bobagem isso que você está sentindo!

E assim vamos ficando anestesiados porque não podemos sentir e muito menos expressar as nossas emoções, especialmente as “ruins”. Vamos criando uma armadura em volta de nós e vamos nos perdendo da nossa essência em ser e sentir. E assim não aprendemos como gerenciar os sentimentos, pois não os conhecemos!

No entanto, eles não deixam de existir e vão tomando conta da nossa mente sem nenhum tipo de controle. E de repente, você sente raiva, mágoa, ressentimento, sentimentos de perda e passa por crises emocionais sem entender nada do que está acontecendo dentro de si mesmo. De repente a sua mente e o seu Eu são controlados por algo que você não conhece. E por esse motivo você acaba responsabilizando o que está fora de você e continua deixando que todos os estímulos externos conduzam as suas emoções.

Aqui está a chave! Sim, o meio externo pode ser o gatilho das suas emoções “boas” ou “ruins” (e vamos entender aqui que não existe emoção boa ou ruim, todas elas fazem parte da condição humana e nos levam ao nosso crescimento e desenvolvimento), no entanto é você quem tem o poder de decidir como lidar com elas. E quando você escolhe, você decide a sua felicidade.

E não pense que ser feliz é suprimir os momentos de tristeza, eliminar os pensamentos perturbadores e colocar pra debaixo do tapete qualquer tipo de conflito emocional. Não. Felicidade é ter o poder de aceitar e controlar cada uma das emoções que vivenciamos no cotidiano. É preservar o prazer de viver mesmo diante das tempestades, é experimentar a tranquilidade nos invernos da vida, é saber navegar nas águas da emoção para superar as tormentas. Isso é treinamento da gestão da emoção. É quando aprendemos a gerenciar os nossos pensamentos, sentimentos e comportamentos de modo a nos tornarmos líderes de nós mesmos. E só conseguimos isso quando nos comprometemos com o nosso autoconhecimento, usamos a determinação e a intenção positiva na vida.

Existem formas simples de você começar a treinar a gestão da emoção:

Contemplar o belo;

* Treinar a nossa mente para aplaudir a vida;

* Não exigir o que os outros não podem dar;

* Não cobrar demais de si;

* Dar risadas de algumas de suas falhas;

* Dar tantas chances quantas necessárias para nós e para os outros.


0 visualização

ENTRE EM CONTATO

(31) 973545000

Rua Coronel Duraes 170 sl 09 Hscenter - Lagoa Santa - MG 

Siga-me
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon